Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

5 dicas para cuidar dos dentes das crianças

0

criança escovando os dentesO cuidados com os dentes das crianças começam muito antes deles aparecerem. Até chegar aquele dia em que a mãe fica toda orgulhosa do primeiro dentinho, os pais devem fazer a limpeza da boca com frequência.  Essa rotina de limpeza também faz com que os pequenos se habituem, e levem a rotina da higiene bucal ao longo de suas vidas.

Primeiramente, basta a limpeza com uma gaze envolta no dedo e água, quando ainda não há dentes para fazer a escovação. Também há a possibilidade de utilizar produtos disponíveis no mercado odontológico como lenços umedecidos, que contém soluções higienizadoras como óleos essenciais.

Essa limpeza é necessária para evitar o acúmulo de leite na gengiva, bochecha e língua dos bebês. Portanto, deve ser realizada após cada mamada e antes do bebê dormir.

1. Quando os dentes surgem

Quando os dentes das crianças começam a surgir, geralmente a partir dos seis meses de vida dos bebês até os seus três anos, os cuidados devem ser diferenciados. A gaze pode ser substituída por uma escova macia apropriada à idade do bebê.

O uso dos géis ou pastas dentais também deve ser inserido nesta fase. E a indicação é que contenham flúor desde o início, a diferença será na quantidade de pasta utilizada, já que os bebês ainda não conseguem cuspir. Portanto, uma quantidade mínima é indicada.

Junto com os primeiros dentinhos, surge ainda a possibilidade do aparecimento das primeiras cáries dentárias, as chamadas cáries de mamadeira, geralmente entre os dentes incisivos superiores e inferiores. É por esse motivo que o flúor deve ser iniciado desde cedo, para evitar o acúmulo de bactérias e o surgimento das cáries.

2. Procurar um odontopediatra

Não há consenso entre os profissionais de quando deve ocorrer a primeira visita ao odontopediatra. Há quem diga que logo que os dentes dos bebês comecem a nascer, ou nos primeiros anos de vida.

Mas uma coisa é certa: é muito importante o acompanhamento profissional. Assim, ele poderá verificar a chegada dos primeiros dentes das crianças e orientar os pais quanto aos cuidados corretos para evitar o aparecimento de doenças bucais.

3. Na troca dos dentes das crianças

Os dentes decíduos, ou dentes de leite como são chamados, também necessitam do uso do fio dental.

A troca pelos dentes permanentes costuma ocorrer por volta dos seis anos. O mais indicado é que os dentes das crianças caiam naturalmente, mas os pais e até elas mesmas podem dar uma ajudinha.

4. O exemplo dos pais

Além de auxiliar na escovação dos dentes das crianças. os pais também devem dar o exemplo sobre a importância da higiene bucal. Mostrar aos pequenos a maneira correta de promover a saúde bucal é uma atitude muito benéfica e deve ser feita desde cedo. Explicar os problemas que a falta de higiene acarreta também é indicado.

5. Escovação e limpeza com auxílio

Até os cinco anos, é indicado que os pais promovam a escovação dos dentes das crianças. A partir desta idade, conforme odontopediatras, é recomendado que eles comecem a fazer a higiene sozinhos.

Mas a última escovação deve continuar sendo de responsabilidade dos pais, até que avaliem que seus filhos estão preparados para fazê-la sozinhos.

Desta maneira, é possível manter uma rotina saudável e promover o hábito da higiene bucal dos pequenos para deixar as doenças bucais longe dos dentes das crianças.