Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Bruxismo e aparelhos eletrônicos: qual a relação?

0

Bruxismo e aparelhos eletrônicos: qual a relação?

Você sabia que bruxismo e aparelhos eletrônicos têm relação? A luz emitida pelos computadores, celulares, tablets e televisões, principalmente perto do horário de dormir, prejudica o sono. Um sono de má qualidade pode intensificar o forte ranger ou apertar dos dentes, seja em adultos ou em crianças.

As causas do bruxismo também estão ligadas a fatores genéticos; a situações de estresse, tensão e ansiedade; e ao fechamento inadequado da boca, seja por problemas físicos ou não. Na maior parte dos diagnósticos, a motivação é emocional.

Entre os sintomas da doença, estão: músculos da mandíbulas doloridos e dor de cabeça, desgaste e amolecimento dos dentes, dor e zumbido nos ouvidos, dor no pescoço e dor nos músculos do rosto.

Geralmente, a pessoa só sabe que tem bruxismo quando alguém conta que ela faz um som horrível rangendo os dentes enquanto dorme. Em outros casos, o paciente descobre o hábito involuntário quando procura um médico ou um dentista, depois que os sintomas já apareceram.

Bruxismo tem cura?

Uma moldeira feita sob medida pode amenizar os danos aos dentes – ela pode ser de acrílico ou de silicone. É importante que, assim como com um aparelho móvel, o paciente tenha uma rotina de higiene com o dispositivo.

Mas, atenção! Apesar de ser uma boa maneira de lidar com bruxismo, a moldeira não é a cura.

Se o que provoca o problema é estresse, por exemplo, é recomendado encontrar meios de relaxamento. Atividades que reduzam a tensão podem contribuir e muito! E não se esqueça, claro, que bruxismo e aparelhos eletrônicos podem ter relação direta. Procure dosar o tempo que você ou seu filho passam conectados.

Se não for tratado, o bruxismo pode, além de desgastar e soltar os seus dentes, causar problemas mais sérios, como os que envolvem a articulação da mandíbula.

Quer saber mais sobre saúde bucal? Não deixe de conferir o nosso blog!