Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Como acalmar a criança com medo de dentista?

0

Muito pai e mãe tem arrepio só de lembrar do último escândalo do filho numa consulta odontológica. Às vezes, o procedimento nem dói, mas, mesmo assim, o pequeno tem pavor. Aí, vêm logo o choro e todo o resto. Pois saiba que você, Auxiliar de Saúde Bucal (ASB), tem um papel importante na hora de acalmar a criança com medo de dentista!

Decoração, jalecos infantis e desenho na TV

Para que os baixinhos fiquem mais confortáveis, antes de tudo, é preciso que o consultório odontológico esteja preparado para recebê-los. Geralmente, o odontopediatra investe em uma decoração infantil e em um jaleco mais brincalhão, com estampas bonitinhas.

Não deixe também, você ASB, de usar um look mais descontraído. Outra sugestão é manter a televisão ligada em desenhos que fazem o maior sucesso com a criançada. Fique sempre por dentro do que tem feito a cabeça dos pequenos.

Analogias

Outra forma de acolher melhor os minipacientes é usando analogias durante o atendimento. Compare a anestesia a uma “picada de formiguinha” e a cárie um “bichinho que come o dente”. Assim, fica mais fácil de acalmar a criança com medo de dentista, já que ela assimila melhor o que está acontecendo.

Instrumentação de brinquedo

A curiosidade dos pequenos deve ser usada sempre a favor. Na consulta odontológica, sempre surgem duas perguntinhas básicas: “O que é?!” e “Posso pegar”? Que tal, então, a clínica providenciar os instrumentos que o dentista mais usa em brinquedo?

É uma forma prática de ensinar e distrair!

Mimos

Ao fim do atendimento, não esqueça de dar um mimo para a criança – evite doces, hein?!

Um adesivo em forma de estrela que parabeniza o bom comportamento, por exemplo, pode ser um estímulo para que o baixinho volte mais vezes e sem medo. Tente, ainda, um desenho para ser pintado em casa e trazido para o painel do do consultório da próxima vez.

Por fim, não esqueça de, em todos os momentos, falar sobre a importância da escovação e dos bons hábitos. Converse também com os pais!

Que colocar em prática as nossas sugestões da próxima vez que for necessário acalmar a criança com medo de dentista? Depois, não deixe de dividir com a gente se as técnicas funcionaram. Boa semana!