Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Como devo cuidar dos dentes sensíveis?

0

Curso ASB Medo de dentista 3 dicas para o ASB ajudar os pacientes

Sabe a dor aguda que você sente ao tomar café quente ou sorvete? Pode ser sensibilidade dentária. O incômodo até passa rápido, mas se você tratar o problema, ele não vai embora sozinho. Neste post, vamos falar um pouco de como cuidar dos dentes sensíveis!

O que deixa os dentes sensíveis?

A primeira coisa que você deve saber é que a sensibilidade dentária é um problema muito comum e pode acontecer com qualquer um – hoje, para você ter uma ideia, mais da metade da população brasileira sofre com isso.

A dor aguda, que é bem característica dela, pode ter várias causas:

  • O esmalte desgastado pelo uso de escovas duras ou pela escovação muito forte;
  • A erosão dentária provocada por alimentos e bebidas altamente ácidos;
  • A erosão dentária causada pela bulimia ou pela doença do refluxo gastroesofágico;
  • A retração da gengiva, que deixa a superfície de sua raiz exposta.

Como cuidar dos dentes sensíveis?

Na maior parte dos casos, o tratamento pode ser feito com enxaguatórios, dieta controlada e creme dental formulado especialmente para sensibilidade – sem altos níveis de abrasividade. Já nas situações mais complexas, cuidar dos dentes sensíveis envolve restaurações ou pequenas cirurgias para proteger a dentina.

Outros tratamentos, como vernizes fluoretados, por exemplo, podem ser aplicados nos dentes para uma proteção extra.

Mas você só vai saber qual a sua situação se for a um dentista de confiança. Pode ser que o seu problema nem seja a sensibilidade dentária. Sabe o porquê? Porque outros problemas – como a cárie dentária, o bruxismo e o excesso nas restaurações – também podem causar o mesmo desconforto.

Como evitar dentes sensíveis?

Para evitar a sensibilidade nos dentes, consuma menos alimentos cítricos (abacaxi, laranja, limão etc); tome menos refrigerantes; e mantenha uma boa rotina de higiene bucal – com escovação três vezes por dia e uso do fio dental em pelo menos uma delas (à noite de preferência). Em caso de dúvidas, converse com seu dentista.

Para mais posts sobre saúde bucal, acesse o no nosso blog. Até mais!