Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

ASB: Saiba como otimizar o tempo do dentista

0

otimizar o tempo

otimizar o tempo

Correndo contra o tempo. É assim que a maioria dos profissionais se sente em relação as horas, ou o passar delas. A rotina do dia a dia – cada vez mais intensa -, o tempo gasto no trânsito, e as distrações diárias. Tudo isso contribui cada vez mais para a nossa pressa diária.

Conhecemos de cor aquele ditado: “a pressa é inimiga da perfeição”. Mas fica cada vez mais difícil realizar as atividades diárias com a devida calma. E como fugir da rotina atribulado, em um mundo em que todos parecem correr contra o tempo?

Uma boa dica, e que pode fazer toda a diferença, é a organização de uma agenda. Ela é importante na vida de todos, mas há profissionais que dependem inteiramente dela. É o caso dos dentistas, que devem seguir suas agendas para os atendimentos dos pacientes.

Nos consultórios odontológicos, a agenda exerce papel fundamental e pode fazer toda a diferença além de otimizar o tempo do dentista. Geralmente o profissional que realiza a organização da agenda nas clínicas dentárias é o Auxiliar de Saúde Bucal (ASB).

Esse post é para ajudar o ASB na organização desse instrumento essencial e que irá otimizar o tempo do dentista, se bem organizada. Acompanhe:

Uma agenda organizada para otimizar o tempo do dentista

Com toda a certeza, a função da agenda não pode ser minimizada nos consultórios e clínicas odontológicas. Um erro pode desencadear uma série de problemas. Atrasos nas consultas e pacientes impacientes. Nada bom, não é?

Essa situação, além de não ser favorável à imagem do profissional, será maléfica para a vida pessoal do dentista, que ficará comprometida se não houver a devida organização. Por isso, o ASB deve apostar na organização da agenda para otimizar o tempo do dentista.

Tempo e intervalo entre as consultas

Cada tipo de atendimento em um consultório odontológico demandará um tempo específico. A primeira consulta de um paciente pode demorar mais que uma simples limpeza, por exemplo. O ASB deve saber a duração média de todos os procedimentos para poder organizar a agenda e otimizar o tempo do dentista.

Além de anotar o horário e o nome do paciente, o ASB deverá anotar o tipo de procedimento para que o tempo da consulta não seja subestimado, acarretando o chamado efeito cascata na agenda do dentista.

Além do tempo durante as consultas, é necessário ainda o Auxiliar deixar sempre um intervalo entre elas. Isso porque podem ocorrer situações de última hora e que precisam ser resolvidas, como um paciente que chega com uma fratura dental, por exemplo.

Se não houver um intervalo, o dentista com certeza irá se atrasar em casos de urgência. O intervalo também é válido para aqueles procedimentos que demoram um tempo a mais para serem realizados.

Nos caso em que este intervalo não seja preenchido, o dentista e sua equipe podem aproveitar para fazer verificações de outros setores do consultório, como o administrativo, por exemplo.

Sem atraso dos clientes

Como a pressa está em todos os lugares e com todas as pessoas, é normal que ocorram alguns atrasos, não só entre os dentistas, mas também entre os pacientes. Mas essa situação não é nada favorável se o ASB está tentando formas de otimizar o tempo do dentista.

Para tentar diminuir a incidência de atrasos entre os pacientes, o ASB deve conversar previamente com eles sobre a pontualidade prezada no consultório. Os lembretes enviados anteriormente a eles, via telefone ou redes sociais, podem ser bem vindos.

Uma agenda eficiente pode melhorar o atendimento como um todo nos consultórios odontológicos. Ela pode gerar uma relação de confiança entre as parte, além de otimizar o tempo dos dentistas. Saiba mais em nosso blog.