Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Como prevenir acidentes e contaminações no consultório?

0
Como prevenir acidentes e contaminações no consultório?

Um consultório seguro não é somente um consultório que investe em câmeras, portão eletrônico ou segurança patrimonial. É um consultório que preza pela organização, higiene e compromisso com a biossegurança. Com algumas ações, será fácil prevenir acidentes e contaminações no consultório. 

Quais são os perigos que um consultório odontológico pode oferecer?

Qualquer ambiente de saúde pode oferecer riscos aos pacientes e aos profissionais. Isso acontece não só durante os procedimentos, mas também, o paciente e os funcionários podem trazer doenças e contaminações de fora. 

Outros problemas que podem acontecer em um consultório odontológico, é a possibilidade do cirurgião-dentista ou o auxiliar em saúde bucal, sofrerem perfurações ou cortes com os instrumentos que utilizam no dia a dia. 

Como prevenir contaminações no consultório?

O primeiro passo é investindo na biossegurança. A biossegurança é, de acordo com a Fiocruz, uma “condição de segurança alcançada por um conjunto de ações destinadas a prevenir, controlar, reduzir ou eliminar riscos inerentes às atividades que possam comprometer a saúde humana, animal e o meio ambiente”. 

Os profissionais que investem em biossegurança, criam um plano de ação que minimiza o risco de contágio entre paciente e profissional. Entre as ações do plano, é necessário:

  • Uso correto de EPI’s, trocados a cada atendimento
  • Desinfecção de superfícies e materiais
  • Higienização de roupas e uniforme
  • Espaço seguro para que os pacientes possam se higienizar ao chegar e que os funcionários possam deixar seus objetos pessoais – sem contato com o espaço de procedimentos
  • Uso de plásticos e tecidos descartáveis para cobrir as superfícies dos consultórios e trocados a cada atendimento
  • Esterilização correta e contínua dos equipamentos e instrumentos do consultório

Como prevenir acidentes no consultório?

Muitos dos cirurgiões-dentistas e auxiliares em saúde bucal sofrem perfurações, cortes e até mesmo mordidas de pacientes. Em algumas situações, isso pode ser grave, causando hemorragia e até mesmo contaminação na vítima. 

Para evitar esse tipo de acidente, é importante: 

  • Usar os epi’s, de forma correta 
  • Usar os instrumentos com bastante atenção
  • Comunicar-se frequentemente com o paciente, para saber se está sentindo dor. Muitas vezes, por sentir dor, o paciente faz movimentos bruscos, causando o acidente 
  • Cuidar com produtos que espirram, podendo causar danos aos olhos. Usar o óculos é essencial
  • Investigar se os profissionais são imunizados para doenças como tétano ou hepatite e garantir esta imunização

Como o auxiliar em saúde bucal pode ajudar a prevenir acidentes e contaminações no consultório?

É dever do auxiliar em saúde bucal ajudar na organização do consultório. Em relação à prevenção de acidentes e contaminações no consultório, o auxiliar em saúde bucal pode ajudar na implantação das ações.

Também deve fazer a esterilização correta dos instrumentos, cuidar da limpeza do seu uniforme e fazer a paramentação e desparamentação da forma correta.