Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Dente de leite mole: veja como ajudar o seu filho nessa fase

0
Dente de leite mole: veja como ajudar o seu filho nessa fase

A troca de dentes é uma fase da vida da criança que deve ser acompanhada de perto. Os pais precisam transmitir a segurança necessária para que ela compreenda um pouco as mudanças que vêm chegando. Neste post, veja como ajudar se o seu filho está com o dente de leite mole.

Troca de dentes, um processo fisiológico

Os primeiros dentes de leite começam a ficar moles perto dos seis anos de idade. A troca toda termina por volta dos 12. A faixa etária, porém, pode variar.

Quando o dente permanente está pronto para nascer, começa a reabsorção da raiz do dente de leite. Com isso, ela passa a ter mais mobilidade até ficar completamente solta da gengiva.

Em geral, os incisivos inferiores são os primeiros a cair.

‘Precisamos correr para o dentista?’

Se a criança visita periodicamente o odontopediatra, não é preciso levá-la logo que você nota o dente de leite mole. Por outro lado a consulta, é recomendada no caso de algum desconforto maior durante o processo.

Nela, além de reforçar os bons hábitos de higiene e cuidados com a dentição permanente que está por vir, o profissional pode checar as condições da saúde bucal, o desenvolvimento das arcadas e a postura da língua do seu filho.

Dente de leite mole: puxar ou deixar cair?

Essa é uma das grandes dúvidas dos pais. A recomendação dos odontopediatras é deixar o dente cair naturalmente, mesmo que ele esteja bem “penduradinho”.

Quando ele já estiver bem mole, entretanto, os pais podem estimulá-lo a sair sozinho. Mexer de um lado para o outro ou ingerir alimentos mais duros, como a maçã, ajudam.

Aí, no momento em que o dente de leite estiver desprendendo da gengiva, o adulto pode ir puxando delicadamente com um algodão. O cuidado é importante para que não aconteça nenhum trauma.

Para que a ação seja mais leve, que tal falar da ‘Fada do Dente’?

Se o processo de troca de dentição não está tão simples, um profissional pode (e deve!) ajudar. São casos em que o dente de leite mole está atrapalhando a alimentação ou gerando dor e desconforto.

Com a ajuda de um odontopediatra, também é possível evitar prejuízos ortodônticos, como quando o dente permanente nasce no lugar errado ou torto porque o de leite não caiu.

Quer saber mais sobre saúde bucal infantil? Então, não deixe de acessar o nosso blog e conferir os nossos posts sobre o assunto. Até a próxima!