Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Os 6 erros mais comuns ao escolher curso preparatório de Auxiliar de Saúde Bucal?

0

Todo auxiliar de saúde bucal precisa estudar e se preparar para realizar a função. Não basta ter experiência de anos auxiliando em consultórios, pois a lei brasileira exige que esses profissionais tenham formação específica. Na pressa de regularizar a profissão, muitos auxiliares de saúde bucal acabam escolhendo o curso prepararório sem nenhum critério, o que, ao invés de contribuir para o crescimento profissional, pode comprometer negativamente a sua carreira carreira. Como se não bastasse, um curso mal escolhido pode representar perda de tempo e dinheiro.

Para evitar que você cometa falhas na escolha do curso preparatório de Auxiliar de Saúde Bucal, listamos os principais erros nesse processo decisório. Confira a lista de gafes e fuja delas a todo custo!

Não avaliar a reputação do curso

Um dos erros mais graves na escolha do curso preparatório de Auxiliar de Saúde Bucal consiste em escolher o primeiro curso que vê pela frente, sem avaliar se ele é reconhecido e se tem credibilidade no mercado.

Muitos auxiliares não verificam se o curso preparatório de auxiliar de saúde bucal é credenciado no Conselho Federal de Odontologia, tampouco procuram saber se a certificação vale em todo Brasil. São erros que parecem pequenos, mas, na verdade, são falhas sérias que podem colocar em risco a qualidade da sua formação.

Não considerar a metodologia do curso

Escolher um curso preparatório de auxiliar de saúde bucal que não dialoga com seus objetivos e estilo de vida também é um erro. Se você trabalha demais e sobra pouco tempo para estudar, optar por um curso presencial pode ser um erro.

Nesse caso, é sempre melhor optar por um curso com plataforma online,  incluindo videoaulas, tutoriais, material didático moderno, exercícios de fixação e flexibilidade total para estudar na hora e lugar que você desejar.

Não conferir o conteúdo programático

Se o aluno não confere o conteúdo programático do curso preparatório de auxiliar de saúde bucal, ele corre o risco de escolher um curso superficial e que não agregue valor à carreira. Para acertar na escolha, é indispensável  checar se a ementa do curso contempla os seguintes pilares: gestão em saúde, processo saúde-doença, promoção e prevenção em saúde bucal e especialidades odontológicas.

Não buscar referências com outros alunos

Ainda que você aprove a metodologia do curso preparatório de auxiliar de saúde bucal, o conteúdo programático e a plataforma de ensino, não escolha o curso baseando-se apenas nesses fatores. Também é preciso buscar referências e ouvir a opinião de outros alunos. Veja se o curso conta com muitos alunos inscritos e leia os depoimentos de outros auxiliares em formação.

Não pesquisar preços e formas de pagamento

Antes de escolher um curso preparatório de auxiliar de saúde bucal, é indispensável pesquisar e comparar os preços das mensalidades. É um erro se inscrever sem analisar as ofertas e condições de pagamento! Vale ressaltar que, normalmente, o valor cobrado em cursos online é menor do que o valor dos cursos presenciais, pois eles tendem a ser mais rápidos.

Não conferir o tempo de duração curso

Por falar em duração, é um erro não considerar o tempo de curso preparatório de auxiliar de saúde bucal. Para não cair nesse erro, verifique se a carga horária atende às exigências legais para os cursos de Auxiliar em Saúde Bucal. Se a carga horária for menor, escolha outro curso preparatório de auxiliar de saúde bucal, caso contrário, sua formação não terá validade legal.

Cumpre destacar que o ideal é que o curso preparatório de auxiliar de saúde bucal tenha duração de, no mínimo, seis meses, com carga horária total de 400 horas, das quais 85 devem ser dedicadas a estágio supervisionado.

E aí, vai ficar mais fácil acertar na escolha do curso preparatório de Auxiliar de Saúde Bucal depois de ler o nosso artigo? Compartilhe as suas opiniões conosco nos comentários!