Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

ASB: Saiba como manter o estoque do consultório odontológico

0

estoque do consultório odontológico

estoque do consultório odontológico

Eles geralmente estão escondidos nos consultórios e nas clínicas odontológicas. Mas os estoques são imprescindíveis para o bom funcionamento deles. Imagina um dentista ter que parar uma consulta ou tratamento no meio pela falta de algum tipo de material. Não tem condições, não é?

Assim como todos os demais processos nos consultórios odontológicos, a manutenção dos estoques necessita de organização e planejamento. Isso para que não faltem materiais, e também para que não haja desperdício no estoque do consultório odontológico.

Nos consultórios que contam com uma equipe formada, composta pelo cirurgião-dentista e pelo Auxiliar de Saúde Bucal (ASB), é o segundo profissional o responsável pela manutenção do estoque.

Mas isso deve ser feito, pelo menos nas primeiras vezes, com a ajuda do profissional responsável pela clínica, pois este deve avaliar e conhecer as entradas e saídas de seu empreendimento de saúde bucal.

Controle do tempo de duração do estoque do consultório odontológico

O planejamento das entradas e saídas de materiais do estoque do consultório odontológico será imprescindível para seu controle. O ASB deve manter todas as informações atualizadas de quando o fornecedor entregou os materiais e o tempo em que o dentista os utilizou, ou quantas consultas puderam ser realizadas com aquele determinado fornecimento.

Com este controle em mãos é possível saber a hora certa de contatar o fornecedor. Isso já contando com possíveis atrasos na entrega dos materiais. Para isso, os profissionais podem utilizar planilhas, ou contar com a ajuda de aplicativos, que estão facilitando os processos nos empreendimentos de saúde bucal.

Negociação com fornecedores de materiais odontológicos

Um planejamento adequado permitirá ainda uma boa negociação com os fornecedores de materiais odontológicos para a manutenção do estoque do consultório odontológico. Uma compra de última hora pode significar preços mais altos, ou até mesmo o risco de não encontrar o material em questão.

Já as compras planejadas, com fornecedores de confiança podem significar economia e otimização de recursos. Mas devemos ressaltar que compras planejadas não significam um estoque que não acaba mais. Essa situação pode acarretar muitos desperdícios.

Prazos de validade devem ser monitorados

Uma das questões importantíssimas que devem ser levadas em conta na organização do estoque do consultório odontológico é o prazo de validade dos materiais a serem comprados e armazenados.

Os materiais que contam com prazos menores de validade não devem contar com grandes estoques, para que os profissionais não corram o risco do desperdício. Jogar material fora será o mesmo que jogar dinheiro fora.

Na hora da organização desses materiais é importante que o ASB deixe os materiais que contam com prazos de validade menores mais a frente no estoque do consultório odontológico, assim eles serão utilizados antes que aqueles que contam com prazos um pouco maiores.

Materiais e medicamentos com versões mais atualizadas

Uma compra muito grande pode ser prejudicial ao deixar os materiais do estoque do consultório odontológico obsoletos. Com muitas pesquisas sendo realizadas diariamente, o dentista corre o risco de seu fornecimento já contar com versões melhores no mercado, o que o deixará atrás do concorrente que tiver utilizando material ou medicamento mais moderno.

A organização e o planejamento na compra de materiais do estoque do consultório odontológico pode trazer economia e otimização de recursos. Para não correr riscos, o ASB deve estabelecer uma rotina para realizar verificação. Saiba mais em nosso blog.