Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Inscrição no CRO: quais documentos levar?

0

Ter o registro no Conselho Regional de Odontologia (CRO) – o órgão que fiscaliza os profissionais da área – é uma das exigências para atuar como Auxiliar de Saúde Bucal (ASB) em qualquer lugar do Brasil. Hoje, reunimos neste artigo os documentos para fazer a inscrição no CRO.

Antes, reforçamos que, para fazer a inscrição no CRO, é preciso ter terminado o Curso ASB – que é profissionalizante. Já conseguiu a certificação? Então, agora, basta ir à sede do CRO da região em que você pretende trabalhar com toda a documentação.

Registro provisório

Caso a sua inscrição no CRO seja provisória, reúna:

  1. Certidão de conclusão do curso: no caso de Auxiliar em Saúde Bucal, o certificado do curso realizado;
  2. Comprovante de escolaridade: histórico do ensino fundamental ou médio ou certificado de conclusão do ensino fundamental, médio ou diploma de ensino superior;
  3. Cópia da certidão de nascimento (solteiros) ou de casamento;
  4. Cópia dos documentos básicos: carteira de identidade, CPF e título de eleitor;
  5. Documento de alistamento militar (para os homens);
  6. Duas fotos 3×4 recentes;
  7. Duas fotos 2×2 iguais e recentes.

Registro definitivo

Se você já tem a inscrição no CRO provisória e pretender obter a definitiva, leve:

  1. Diploma original do curso realizado: ele precisa ser registrado no Conselho Federal de Odontologia (CFO);
  2. Cópia do diploma (frente e verso);
  3. Comprovante de escolaridade (minimamente ensino fundamental);
  4. Cópia da certidão de nascimento ou de casamento;
  5. Cópia dos documentos básicos: carteira de identidade, CPF, título de eleitor (não pode ser usada a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) neste caso);
  6. Documento de alistamento militar (para os homens);
  7. Duas fotos 3×4 recentes;
  8. Duas fotos 2×2 iguais e recentes.

Caso você esteja na situação de exceção – ou seja, tenha trabalhado na área antes de 2009, você deve também levar cópia da carteira de trabalho desde a primeira página até a página seguinte ao último registro feito.

Além de prejudicar os pacientes e o dentista, o ASB que trabalha informalmente também prejudica a si mesmo. As consequências são sérias e envolvem desde a proibição de trabalhar na área até multas e prisão. Então, não deixe de ir atrás da sua certificação e da sua inscrição no CRO!

No nosso blog, você também pode ler um artigo exclusivo sobre o Conselho Regional de Odontologia. Até a próxima!