Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Já trabalho como auxiliar de dentista, por que tenho de fazer um curso?

0

Já existem atualmente muitos profissionais dentro do mercado de trabalho odontológico trabalhando como “auxiliar de dentista” e perdendo tempo, recursos e potencial ao não obter o certificado de Auxiliar de Saúde Bucal, isso mesmo, quem trabalha na área e não tem curso, está perdendo tempo e dinheiro.

Nesse artigo, vamos explicar porque isso acontece e quais as vantagens para quem já trabalha numa clínica odontológica de se fazer um curso de auxiliar de dentista online.

Continue lendo para saber mais!

A lei determina que o curso é obrigatório para a sua regularização como auxiliar de dentista

O primeiro ponto que demonstra como o curso de auxiliar de dentista é essencial para a sua carreira é que a profissão ainda é vista como uma profissão informal, sem base e respaldo na legislação atual.

O correto é contar com a formação em Auxiliar de Saúde Bucal (o profissional que auxilia o cirurgião-dentista em seus deveres) ou Técnico em Saúde Bucal (profissional que cuida de uma série de procedimentos mais simples no consultório) para atuar em consultórios odontológicos.

Porém, para trabalhar ou registrar alguém como auxiliar de dentista é necessário que esse profissional tenha frequentado um curso de Auxiliar de Saúde Bucal reconhecido pelo CFO (Conselho Federal de Odontologia).

A exigência de cadastro no Conselho Federal de Odontologia (e, por sua vez, a exigência da realização de um curso para isso) se deu com a criação da lei nº 11.889, de 24 de dezembro de 2008. Portanto, exercer a função sem o devido cadastro no CFO e no CRO (Conselho Regional de Odontologia da sua jurisdição) é trabalhar de maneira irregular e sem garantias.

Você não fica desamparado caso seja demitido

Como já dito acima, é obrigatório o cadastro no CFO e no CRO local para exercer a profissão de auxiliar de dentista – e, por consequência, é necessário o curso e o certificado para poder obter esse cadastro.

Portanto, caso você acabe demitido ou ficando sem o seu emprego atual de auxiliar de dentista, a ausência desse certificado complicará as suas chances de obter um novo emprego na área, mesmo contando com anos de experiência na função.

Por isso, é melhor se precaver e procurar por um curso para poder obter o certificado e ter recursos para comprovar sua experiência, caso isso seja necessário. Além disso, com o certificado você poderá também participar de concursos públicos como Auxiliar de Saúde Bucal!

A possibilidade de negociar um salário maior

Se hoje você trabalha como auxiliar de dentista, deve receber um salário compatível com uma função informal de auxiliar num consultório odontológico. Com a realização do curso de Auxiliar de Saúde Bucal, você obtém mais conhecimentos e passa a poder desempenhar diferentes funções dentro da clínica odontológica onde trabalha.

Portanto, existe a possibilidade de obter um trunfo interessante para negociar um salário melhor com o seu patrão, até porque será necessário renegociar o contrato de trabalho agora que você não será mais um auxiliar de dentista e sim um profissional reconhecido.

Por falar em renegociar o seu salário, confira aqui três dicas importantes para quem quer negociar um salário maior com o patrão.

Com o curso, é possível planejar o progresso da sua carreira

Por fim, agora que você possui um certificado de Auxiliar de Saúde Bucal, é possível pensar em progredir na sua carreira de auxiliar de dentista e refletir sobre as formações que pretende obter para se tornar um profissional singular e requisitado no mercado de trabalho.

Para ajudar, deixaremos alguns links que ajudarão todo ASB a planejar sua carreira e possíveis cursos de formação que podem ser feitos por profissionais desse tipo.

Agora que você entendeu as vantagens de fazer um curso de Auxiliar de Saúde Bucal e deixar de ser auxiliar de dentista, está pronto para realizar a matrícula? Vamos lá! Caso tenha mais alguma dúvida, deixe seu comentário e aproveite para seguir nossa página no Facebook.