Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Conheça 4 maneiras para prevenir a cárie dentária

0

Curso ASB Conheça 4 maneiras para prevenir a cárie dentária

Apesar do Brasil ser considerado um dos países com baixo índice de cáries, é frequente encontrarmos pessoas que sofrem com a desmineralização dos dentes. A situação vem melhorando significativamente no país desde a implantação do programa “Brasil Sorridente”, que diminuiu em mais de 30% o número de crianças acometidas com cárie dentária.

Uma pesquisa realizada em 2003 foi essencial para a implantação do programa. Na época quase 27% das crianças de 18 a 36 meses apresentavam pelo menos um dente decíduo com cárie dentária. Entre as crianças de 5 anos o percentual quase alcançava 60%.

A pesquisa apontou dados alarmantes também em relação aos dentes permanentes. Com quase 70% das crianças brasileiras de 12 anos, e cerca de 90% dos adolescentes de 15 a 19 com cárie dentária.

Em 2010, outra pesquisa de saúde bucal já apontou o Brasil como um dos países com baixo índice de cáries dentárias. O que demonstrou a eficácia do Brasil Sorridente e as ações previstas no programa.

É claro que o atendimento básico à população é essencial para a manutenção da saúde das pessoas. Mas há maneiras de prevenir todos os tipos de doenças, inclusive as relacionadas à saúde bucal. Neste post vamos mostrar algumas essenciais para a prevenção da cárie dentária.

Higienização adequada

A escovação correta dos dentes, aliada ao uso do fio dental, é essencial para se evitar a cárie dentária. Estas ocorrem por meio de bactérias que produzem certos ácidos e deterioram o esmalte dos dentes.

Uma correta higienização faz com que diminuam as bactérias que produzem esses ácidos e evita a deterioração da camada que protege nossos dentes. Nunca é demais ressaltar que a higienização deve ser realizada ao menos três vezes por dia, após as refeições.

O uso do fio dental uma vez ao dia também é essencial, já que as placas bacterianas se alojam entre os dentes e gengiva, região que as cerdas das escovas não alcançam.

Visitas regulares ao dentista

Em muitos casos, a cárie dentária não é visível. Portanto a visita regular ao dentista é recomendada. Além de verificar a sua saúde bucal, o dentista e sua equipe vão realizar uma limpeza mais profunda em seus dentes e retirar a placa bacteriana que não é possível de ser retirada com a higienização diária.

O recomendado é a ida ao dentista duas vezes ao ano. Além da limpeza, os profissionais da Odontologia podem prevenir outras doenças relacionadas à saúde bucal provenientes, entre outros fatores, da cárie dentária.

Alimentação correta

O açúcar e o amido estão entre os alimentos que aumentam a incidência de cáries. A dica é que eles sejam consumidos durante as refeições, e não entre elas. Dessa maneira os dentes ficam expostos às bactérias somente em horas específicas e não o dia todo, no caso desses alimentos serem consumidos em qualquer hora do dia.

A diminuição do uso de açúcar também é válida, e não somente para a saúde bucal. Alguns alimentos, os que contêm mais fibras são indicados para evitar a cárie dentária. Isso porque eles aumentam a saliva da boca, o que diminui a sua acidez.

Falando em salivação. Pessoas adultas que sofrem com a falta dela, causada por diversos fatores, são mais propensas à cárie dentária.

Flúor para evitar a cárie dentária

O flúor pode ajudar na prevenção da cárie dentária. Isso porque ele fortalece a camada protetora bem como a estrutura dos dentes. Em muitos locais, a rede de água já conta com uma porcentagem de flúor para colaborar com a prevenção.

Quando há falta de flúor, o dentista pode recomendar o uso de produtos que o contenham. Geralmente os enxaguantes bucais.

Como vimos os cuidados relacionados à saúde bucal são simples e podem evitar o aparecimento da cárie dentária. Deve-se ressaltar que os cuidados devem ser anteriores ao aparecimento dos dentes das crianças e contínuo logo que eles apontarem. Com uma saúde bucal adequada pode-se prevenir uma série de doenças. Em nosso blog há diversos artigos que podem ajudar a saber mais sobre a prevenção. Confira: