Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Pacientes idosos: qual a melhor forma de atendê-los?

0
Pacientes idosos: qual a melhor forma de atendê-los?

A expectativa de vida do brasileiro aumentou. É o que mostra o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o órgão, a pessoa que nascer em 2020 viverá, em média, 76,7 anos. Por esse e outros motivos, é preciso estar preparado para atender pacientes idosos da melhor forma possível quando se fala em saúde bucal. E este é o assunto de hoje do blog.

Como atender pacientes idosos bem

O atendimento desse público, conforme a legislação, deve ser prioridade. Idosos não devem esperar em filas. Além do mais, no estacionamento, é necessário haver vagas destinadas especialmente a eles.

Mas e quando o paciente tem dificuldade de chegar ao local? O dentista e a equipe precisam considerar a possibilidade de atender a domicílio, ainda mais quando se trata de alguém acamado, sem chance de locomoção.

Nas idades mais avançadas, dentes quebrados e/ou escurecidos, além de complicações de restaurações, de implantes e de próteses, estão entre os problemas mais comuns.

No entanto, muitos pacientes idosos também enfrentam tratamentos mais agressivos, que refletem na saúde bucal, como a quimio e a radioterapia. As sessões provocam, por exemplo, a secura bucal. É importante que a equipe esteja atenta aos mínimos detalhes e trabalhe para devolver a qualidade de vida e a autoestima a eles.

Durante o atendimento, é importante que os profissionais tenham, acima de tudo, paciência. A linguagem acessível, sempre tirando eventuais dúvidas, é sempre a melhor escolha. A consulta fica ainda mais humanizada quando quem está na cadeira odontológica entende pelo que está passando.

Ainda falando da consulta, uma dica é sempre deixar o acompanhante no campo de visão do paciente. Isso ajuda a evitar a ansiedade e amenizar o medo.

Por fim, não se esqueça de escolher a melhor forma de comunicação com os idosos. Muitos deles adaptaram-se às novas tecnologias, outros nem tanto. Por isso, sempre pergunte qual a melhor forma de entrar em contato. E lembre-se: para um atendimento de qualidade, a acessibilidade tem que estar presente do início ao fim.

Mais no Blog Curso ASB

Gostou do post desta segunda-feira? Então, continue no nosso blog para ver outras dicas para Auxiliares em Saúde Bucal (ASB). Esperamos a sua visita. Até a próxima!