Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

O que é odontologia preventiva?

0

Curso ASB O que é odontologia preventiva

Foco para evitar o aparecimento das doenças bucais ao invés de focar exclusivamente o tratamento das doenças nos pacientes. É esse o objetivo da Odontologia Preventiva. Isso por meio de orientações e exames realizados periodicamente junto a uma equipe odontológica.

Falamos em equipes, pois na odontologia preventiva é essencial a atuação do Auxiliar de Saúde Bucal (ASB) e do Técnico de Saúde Bucal (TSB). Já que entre as funções desses profissionais está a promoção de ações voltadas a saúde bucal e de prevenção de problemas dentários. Aí entram as técnicas de higiene bucal e a prevenção de doenças.

A odontologia preventiva também deve estar presente na atuação de outros profissionais da saúde como um todo. No caso das crianças, por exemplo, os pediatras devem estar em sintonia com a atuação dos dentistas para também poder orientar os pais quanto a importância das visitas ao Consultório Odontológico. Um verdadeiro trabalho multidisciplinar.

Mas o que envolve a odontologia preventiva? Esse trabalho já está sendo realizado em clínicas e consultórios odontológicos? Confira a seguir:

Cuidados básicos

A odontologia preventiva envolve desde os cuidados básicos da saúde bucal, como a escovação dos dentes, e até mesmo o processo anterior a ela. A utilização de escovas adequadas também pode prevenir algumas doenças. Para isso a conversa com um bom profissional é indicada.

Normalmente, as escovas pequenas com cerdas macias são as mais indicadas. Mas não fique na dúvida. Converse com o seu dentista e equipe. E lembre-se que as escovas dentais devem ser trocadas periodicamente. Quando apresentarem sinais de desgaste ou a cada três meses.

Os cuidados básicos também envolvem a utilização do fio ou fita dental. Já que há locais em que as cerdas de sua escova não alcançam.

Programas de saúde utilizam preceitos da odontologia Preventiva

Programas como Saúde da Família ou Saúde nas Escolas se utilizam dos preceitos da odontologia preventiva. E já colhem resultados. Desde a implantação do programa Brasil Sorridente em 2003 o Brasil contou com uma diminuição significativa nos casos de cáries dentárias.

Isso porque por meio de uma equipe multidisciplinar os profissionais da saúde acabam levando orientações para uma faixa da população que antes não tinha o hábito de consultas regulares para avaliar sua saúde. Nesses programas, as orientações são essenciais e com o foco na prevenção de doenças.

Pessoas agem como agentes multiplicadores

Quando falamos de odontologia preventiva as orientações são essenciais. No caso dos programas citados acima, as famílias e as crianças nas escolas tem um contato frequente com as equipes de saúde básica. Essa frequência é benéfica já que os profissionais da saúde têm mais chances de abordar sobre os cuidados para a prevenção.

A repetição é essencial para o aprendizado das boas práticas e cuidados básicos da saúde bucal. Nesses casos, as pessoas que estão sendo ‘educadas’ quanto a odontologia preventiva passam a atuar como agentes multiplicadores da informação apreendida. O que virá em benefício e diminuirá os índices de doenças bucais.

Longe de doenças bucais

A prevenção pode ser a fim de evitar as cáries dentárias, doenças periodontais, como a gengivite e a periodontite, e até mesmo o câncer bucal. As visitas regulares aos dentistas, aliados a boas práticas, além da realização de exames podem ser primordiais para evitar o aparecimento destas doenças.

Além disso, há outras doenças que podem estar relacionadas à saúde bucal. Até mesmo as cardiovasculares podem estar relacionadas a disfunções que se iniciam pela boca. Lembre-se que os sistemas do corpo estão em consonância e uma disfunção pode acarretar outras. Por isso, o cuidado é essencial.

Como destacamos, a odontologia preventiva pode ser muito benéfica, evitando que as doenças bucais cheguem ao nosso organismo. Mas ela só será eficiente se houver a colaboração entre equipe odontológica e paciente. De nada adianta um dentista preocupado com a prevenção se o paciente não colaborar.

Gostou de nosso artigo? Para saber tudo sobre a odontologia bem como a equipe atuante acesse o nosso blog.