Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Como o ASB deve ajudar na redução de problemas infecciosos em uma cirurgia odontológica

0

Curso-ASB-Como-o-ASB-deve-ajudar-na-reducao-de-problemas-infecciosos-em-uma-cirurgia-odontologica

Um Auxiliar de Saúde Bucal possui muitas funções dentro de um consultório odontológico, inclusive ajudar na redução de problemas infecciosos em uma cirurgia odontológica. Mas como? Como pode um profissional de auxílio ajudar em questões tão importantes assim?

Quer saber de que forma um Auxiliar de Saúde Bucal pode evitar infecções em uma cirurgia bucal? Então, continue lendo esse texto.

Quais são as origens dos problemas infecciosos?

Uma cirurgia odontológica é um procedimento cuja dificuldade pode variar do grau mais simples até o mais complexo, mas que sempre envolve um risco muito grande de contaminação. Isso por uma razão muito simples: seja pelo sangue ou pela saliva, os procedimentos odontológicos vão sempre envolver riscos sérios de contaminação se não forem feitos corretamente e com uma boa higienização.

A maioria dos agentes de contaminação, como bactérias ou vírus, estão presentes ou no sangue humano, ou em nossa saliva. Por isso, há um risco grave de contaminação entre consultas.

Um consultório pouco higiênico, por exemplo, pode acumular sangue ou saliva dos pacientes em vários lugares (equipamentos, acessórios, na própria cadeira do paciente) e, assim, se tornar um ambiente altamente infeccioso.

Por isso mesmo que uma das funções do Auxiliar de Saúde Bucal é cuidar da higiene do consultório para combater os focos de infecção num local desses e lutar contra os problemas infecciosos em uma cirurgia odontológica.

Quais as funções do ASB no combate aos problemas infecciosos em uma cirurgia odontológica?

O Auxiliar de Saúde Bucal pode ajudar cirurgião dentista de diversas maneiras. Ele pode, por exemplo, preparar o kit de equipamentos necessário para uma consulta.

Imagine que um paciente marcou uma consulta de avaliação com um dos cirurgiões-dentistas da clínica e, é comum, que essa consulta de avaliação se torne em uma raspagem de tártaro. Além dos equipamentos de avaliação, o ASB pode também já preparar o equipamento de raspagem para adiantar serviço.

Porém, a função mais importante de um ASB é de fazer o controle imunológico e de contaminação da clínica e do consultório odontológico onde trabalha. Isso inclui, por exemplo, o estudo de técnicas anti-contaminação para aplicação no consultório, esterilização de equipamentos, gerenciamento de equipamentos de segurança e toda uma gama de ações de prevenção de contaminação no ambiente clínico.

Como aprender a atuar nesses problemas?

Para combater problemas infecciosos em uma cirurgia odontológica, um Auxiliar de Saúde Bucal precisa obter conhecimentos específicos muito importantes para a realização do seu trabalho. Por isso, conteúdos biológicos e de prevenção de doenças são parte do currículo de um curso ASB de qualidade.

Esse treinamento de saúde é tão importante que o curso ASB já começa com esse conteúdo. No primeiro módulo, intitulado Gestão em saúde, o estudante vai aprender sobre funções na Odontologia e o Código de Ética Odontológico para estudar suas funções e o que é esperado de si na profissão, inclusive em termos de combate às infecções.

Porém, é no módulo 2 que esse assunto é explorado de maneira apropriada. Intitulado Processo Saúde-Doença, o módulo fornecerá ao estudante informações essenciais em quatro principais áreas:

  • Anatomia Humana;
  • Microbiologia e Imunologia;
  • Doenças Infecciosas;
  • Biossegurança.

Como deu para ver, o ASB é uma peça-chave em qualquer consultório odontológico que se preocupe em evitar problemas infecciosos em uma cirurgia odontológica. Na sua opinião, qual o maior risco de infecção dentro de um consultório odontológico? Deixe seu comentário e venha fazer esse post junto com a gente.