Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

4 medidas para proteger a sua saúde e de outros profissionais da equipe de saúde bucal

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Curso ASB 4 medidas para proteger a sua saúde e de outros profissionais da equipe de saúde bucal

Ao procurarmos um dentista estamos pensando em nossa saúde bucal. A ideia é manter nossos dentes e bocas saudáveis para evitar diversos tipos de doenças. Mas quando chegamos em clínicas e consultórios, esses ambientes podem até acabar nos causando doenças se não estiverem cumprindo com as normas de higienização e biossegurança.

As clínicas e consultórios odontológicos são ambientes de risco, e que podem concentrar bactérias e vírus que podem causar doenças às pessoas que frequentam os locais, sejam eles pacientes ou integrantes da equipe de saúde bucal.

Por conta disso, são diversos os procedimentos que estes locais devem realizar permanentemente. Para manter em segurança as pessoas envolvidas – equipe de saúde bucal e pacientes – e prezar pela saúde, as clínicas e consultórios passam por vistorias anuais da Vigilância Sanitária, que atesta se o local está em condições de continuar com a sua atuação na prestação de serviços de saúde bucal. As vistorias são feitas sem agendamento para atestar a correta higienização dos estabelecimentos.

Para manter os ambientes que prestam serviços bucais com a higienização em dia são diversas as medidas que precisam ser tomadas. Geralmente, estas medidas são realizadas pelo Auxiliar de Serviço Bucal (ASB) ou pelo Técnico de Saúde Bucal (TSB). Estes dois profissionais são aptos a realizar os procedimentos de biossegurança, protegendo assim toda a equipe de saúde bucal dos riscos da profissão.

Uso de máscaras e luvas

Entre as medidas a serem tomadas, as mais básicas são essenciais. O uso pela equipe de saúde bucal de máscaras e de luvas pode evitar inúmeras infecções. Caso o paciente esteja com um resfriado, por exemplo, e estiver tossindo durante a sua consulta, o uso da máscara irá evitar a proliferação da virose no ambiente.

As luvas também podem evitar o contato direto com algumas bactérias. Estes materiais devem ser descartados e trocados frequentemente, sendo que as luvas devem ser alteradas a cada troca de paciente.

Higienização das mãos

Lavar as mãos nunca é demais. A equipe de saúde bucal pode abusar do uso de sabonetes líquidos e do álcool em gel.

Manter os locais ventilados

Para evitar a proliferação de vírus e bactérias, manter os ambientes ventilados também é o ideal. A renovação do ar dificulta a proliferação de microrganismos.

Nada de plantas

Nada de contar em clínicas e consultórios com materiais que estimulam a proliferação de bactérias. Um integrante da equipe de saúde bucal foi presenteado com flores? É melhor deixá-las em casa. O local de trabalho não é adequado para cuidar de plantinhas, só de pacientes.

Equipe de saúde bucal deve realizar esterilização de materiais

Os materiais e instrumentos utilizados pelos dentistas devem estar permanentemente limpos. Clínicas e consultórios devem contar com a autoclave para realizar a esterilização dos materiais. Mas antes disso, uma boa limpeza.

Realizando todos os procedimentos necessários, tanto a equipe de saúde bucal quanto seus pacientes estarão mais seguros. Em qualquer ambiente a higienização é essencial. Gostou deste post? Para saber tudo sobre a esterilização de consultórios odontológicos você pode baixar nosso ebook. Nele você encontra o passo a passo para manter tudo limpo e seguro em seu local de trabalho.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×