Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Todo Auxiliar de Saúde Bucal precisa se tornar um Técnico de Saúde Bucal?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Embora exista quem confunda a função de Técnico de Saúde Bucal, com a função de Auxiliar de Saúde Bucal, as duas profissões são distintas não só em termos de nomenclatura, como também no que diz respeito ao salário, formação e atribuições dentro dos consultórios de odontologia. Ambas as funções são importantíssimas, mas é necessário que os profissionais de odontologia saibam distingui-las, até como forma de nortear a carreira.

Muitos Auxiliares de Saúde Bucal sonham em se tornar Técnicos, a fim de ampliar seu know how e otimizar os ganhos. Esse é um bom caminho profissional, já que é possível aproveitar parte da carga horária e conteúdo programático do curso ASB para se formar em TSB.

Apesar de ser uma possibilidade, será que todo Auxiliar de Saúde Bucal precisa mesmo ivirar Técnico de Saúde Bucal como se propaga por aí? Se você quer conhecer mais sobre essas duas funções, saber as diferenças entre elas e descobrir se todo ASB tem que se tornar um TSB, confira o nosso artigo.

Entenda as semelhanças entre as duas funções

A função de ASB e a função de TSB, embora sejam diferentes na essência, possuem algumas semelhanças. Ambas as atividades estão concentradas na área de odontologia e foram regulamentadas na lei de nº 11.889, em 24 de dezembro de 2008. Para completar, as duas requerem a conclusão de cursos específicos para o exercício das atividades nos consultórios.

Quais são as diferenças entre o ASB e o TSB?

O Auxiliar de Saúde Bucal é um profissional com nível básico, enquanto o TSB é um profissional de nível técnico. A carga horária do curso ASB varia entre 400 e 600 horas. Já a carga horária mínima do curso TSB é de 1200 horas. Em relação às atividades desses profissionais, o ASB apenas auxilia os dentistas nos procedimentos.

O técnico, por sua vez, pode realizar procedimentos simples, como profilaxia, aplicação de flúor, preparar modelos de gesso, processar filme radiográfico, dentre outras atribuições que o Auxiliar de Saúde Bucal não pode executar.

O ASB precisa virar TSB?

Não necessariamente, mas se o Auxiliar de Saúde Bucal quiser se tornar técnico, ele pode. Agora, se ele preferir continuar sendo um ASB, ele pode ser um profissional muito bem sucedido, especialmente se for aprovado em concursos públicos. Nesse caso, o ASB pode chegar a ganhar aproximadamente R$ 2.000.

Como você bem viu, o Técnico e o Auxiliar de Saúde Bucal têm funções e formações diferentes, tanto que quem deseja virar Técnico de Saúde Bucal precisa fazer outro curso e, essa opção, o ASB pode fazer com calma, ao longo da sua carreira. Ele deve ponderar os prós e contras, analisar se tem tempo disponível para se dedicar a uma formação mais longa e intensa, além de considerar se tem o perfil necessário para realizar os procedimentos odontológicos atribuídos ao TSB.

E aí, você gostou do nosso artigo? Na sua opinião, os Auxiliares de Saúde Bucal devem se tornar técnicos? Compartilhe as suas opiniões conosco através dos comentários!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×