Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Veja 5 dicas para o ASB otimizar o tempo

0

Idoso é atendido em consultório médico.O trabalho do Auxiliar de Saúde Bucal (ASB) está diretamente ligado à eficiência da clínica odontológica. Um ASB que quer otimizar o tempo no consultório é organizado: mantém em ordem a agenda, as documentações, os equipamentos e os instrumentos, o estoque, as finanças…

Abaixo, listamos dicas de como organizar tudo isso e otimizar o tempo no consultório!

1. Manter a agenda organizada

O dentista que tem uma agenda organizada tem controle sobre a sua rotina. E o Auxiliar de Saúde Bucal pode ser o responsável por mantê-la atualizada, já que também auxilia na gestão do consultório odontológico.

Uma dica para otimizar o tempo no consultório é anotar, além do nome e do telefone do paciente, o que deve ser feito durante a consulta e quanto tempo, em média, ela deve durar. Assim, a probabilidade de um efeito cascata – ou seja, um atendimento atrasado prejudicando todos os outros – é quase nula.

O ASB também pode separar um tempinho entre as consultas. Às vezes, surgem situações de última hora, como um paciente que fraturou um dente e precisa ser atendido imediatamente. Sem o intervalo, os horários seguintes podem ser comprometidos.

Caso o tempo não seja usado em uma emergência, o dentista e a equipe podem aproveitar para resolver assuntos pendentes da clínica.

2. Manter a documentação dos pacientes organizada

O prontuário odontológico de um paciente pode ter inúmeros documentos, especialmente se são anos e anos de acompanhamento com o mesmo dentista ou se o tratamento odontológico é complexo.

Para organizá-los, o ideal é encontrar um local específico para guardar tudo. Depois, basta arrumar os documentos por paciente e utilizar pastas específicas para cada um.

O ASB moderninho também encontra soluções de ordenação na internet. É possível salvar os documentos na nuvem (cloud computing) e também recorrer a softwares específicos, como o Simples Dental, que é de graça!

3. Manter o estoque organizado

Organizar o estoque é extremamente importante para que o consultório odontológico ofereça um atendimento de qualidade. Já pensou se, minutos antes de extrair um dente do paciente, o dentista nota que o anestésico acabou?

Então, #partiu conferir resina, cimento, alginato, clareadores, medicamentos, instrumentais, películas, descartáveis, saneantes…  De quanto em quanto tempo? Cada consultório odontológico tem uma rotina. Por isso, a frequência deve ser estabelecida conforme cada realidade.

4. Manter os equipamentos e os instrumentos odontológicos organizados

A organização dos equipamentos e dos instrumentos odontológicos também é responsabilidade do ASB – quando não há um instrumentador cirúrgico odontológico.

Durante um mesmo atendimento, muitos materiais são usados. Por isso, eles devem estar acessíveis e organizados para otimizar o tempo no consultório. Uma maneira de arrumá-los é separando por setor: ortodontia, limpeza bucal, reconstrução etc.

É fundamental que o ASB também fique atento à higienização dos objetos, que deve ser imediata. Sem preguiça, viu?! A sujeira endurece e o sangue coagula, o que pode deixar a limpeza mais difícil.

5. Manter as finanças organizadas

As tarefas acima fazem parte do trabalho diário ASB. Pode caber a esse profissional, ainda, a organização financeira da empresa. Separar e catalogar as contas do consultório odontológico, cuidar da receita, registrar o que entra e o que sai do caixa são métodos para cuidar do dinheiro da empresa.

A recomendação é a de que haja uma boa conversa com o dentista para que ambos estabeleçam a melhor forma de manter a organização financeira da clínica.

Viu só como a organização do ASB influencia diretamente na eficiência do consultório odontológico? Saiba mais sobre a profissão em nosso blog.