Mais de 5.000 já recebem nossos e-mails! Receba Também.

Você sabe o que é xerostomia?

0

XEROSTOMIA

O termo xerostomia pode não ser usual, mas muita gente sofre com esse problema. Xerostomia é o mesmo que ‘boca seca’. Ela é comum em um dia muito quente ou após a realização de exercícios físicos, mas pode indicar algumas doenças e acarretar outras, caso o sintoma venha a persistir.

Normalmente, um indivíduo tende a produzir de um litro a um litro e meio de saliva por dia. Produção importantíssima para manter a sua saúde bucal, já que promove uma limpeza natural da cavidade bucal. Portanto, a saliva ajuda a diminuir a incidência de cáries e outras doenças bucais.

Se a produção adequada ajuda manter a higienização, a falta dela pode acarretar problemas, como o mau hálito, dificuldades na mastigação e deglutição, pigarros e feridas na boca.

Causas da xerostomia

Mas porque a xerostomia aparece? Os profissionais da saúde apontam inúmeros fatores, entre eles doenças como diabetes ou problemas nas glândulas salivares. Nestes casos, o tratamento deve ser focado na doença a que a boca seca estiver relacionada.

Alguns outros hábitos também podem estar relacionados à xerostomia: tabagismo, mastigação diminuída, além do uso de medicamentos podem estar entre as causas da chamada ‘boca seca’.

Devido aos efeitos dos medicamentos é que os sintomas da xerostomia são muitas vezes associados e aparecem com mais frequência entre as pessoas da terceira idade. Pesquisas indicam que mais de 500 medicamentos têm a xerostomia como efeito colateral, inclusive as mais frequentemente prescritas pelos médicos.

Nestes casos, a indicação para tratar o problema da boca seca seria conversar com o médico para trocar a medicação prescrita. Mas, infelizmente, isso não será possível em todos os casos como por exemplo no tratamento contra o câncer. A radioterapia e a quimioterapia podem acarretar uma diminuição de até 90% do fluxo salivar.

O que fazer para aumentar a produção da saliva?

Quando a xerostomia não está associada a doenças, alguns tratamentos podem ser indicados para amenizar a sensação de boca seca e aumentar a produção de saliva na boca. Como a ingerir água ao longo do dia e mascar chicletes ou comer balas sem açúcar.

Os dentistas podem indicar ainda a aplicação de flúor no consultório dentário periodicamente para evitar o aparecimento de cáries e doenças periodontais, já que com a boca seca aumenta a probabilidade de formação da placa bacteriana.

Além disso, os pacientes com xerostomia devem redobrar os cuidados com a higiene bucal, e não pular nenhuma etapa, como o fio dental e o uso de enxaguantes. Estes também podem ser indicados pelos dentistas, já que hoje há no mercado diversas possibilidades de produtos, com variadas funções.

Mercado odontológico conta com saliva artificial

Para tentar reverter os casos de xerostomia e diminuir os problemas causados, o mercado odontológico conta com a saliva artificial. Há produtos disponíveis no mercado com as mesmas propriedades da saliva humana.

Os dentistas também podem prescrever o uso de produtos manipulados para serem borrifados na boca ao longo do dia. Mas especialistas destacam que o seu efeito é paliativo, e que não trata a causa do problema.

Como vimos, a xerostomia pode afetar muita gente. O melhor a ser feito é contar sempre com o acompanhamento de um profissional capacitado da Odontologia, para evitar que o problema se agrave. Mais informações sobre saúde bucal em nosso blog.